quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Link do clip no Youtube https://youtu.be/x70aHYtRT24




Video clip da performance "Suspensões e tremores", de Felipe Merker, Leticia Sekito, Manuel Pessôa Lima, maio 2017. A convite de Christine Greiner, os artistas improvisadores Leticia Sekito, Felipe Merker Castellani e Manuel Lima, criaram a partir do diálogo com a exposição Fleeting Moment, de Dan Omaki, uma performance que inter-relaciona em tempo real dança e música, corpos e sonoridades, presenças e memórias. Esta performance também dá continuidade as colaborações dos artistas iniciada no projeto Modulações de Felipe e Alessandra Bochio. A partir de um recorte de algumas experiências que teve em sua residência artística em Kyoto em 2008, Leticia Sekito tem como ponto de partida a pergunta: "o que acontece na dança quando penso em minha viagem de 2008 ao Japão?” Desta pergunta engendram-se catalisadores de qualidades corpóreas. Um elemento marcante em tal contexto são as pedras, presentes tanto nos jardins japoneses, especificamente no jardim do Templo Ryoan-ji, quanto na vídeo instalação Modulações de Felipe e Alessandra, a este elo de entre diferentes temporalidades e lugares somam-se a as sonoridades propostas por Felipe e Manuel. É a partir deste “Japão-memória” que os artistas constroem um possível estar e agir no presente. Duração aproximada 25 minutos. Classificação: livre. Agradecimentos: Ana Amélia Genioli, André Noro, Christine Greiner, Dan Omaki, Ateliê da Mateus, Galeria Olido.

"Encontros fortuitos movidos a haicais", intervenção


foto Plinio Higuti


Link do clip no Youtube https://youtu.be/IP9cdZznlpg

Vídeo registro da intervenção realizada na Virada Cultural/Sesc Belenzinho, em maio de 2017, São Paulo. Intervenção de dança baseada na poesia haicai de autores contemporâneos, com a performer Leticia Sekito da Companhia Flutuante. Uma proposta para gerar encontros ao acaso entre a artista e o público mediados por um haicai sorteado por uma pessoa por vez, a ser realizada em espaços alternativos, sejam internos ou externos. A cada encontro, uma mini-dança é criada através da linguagem da improvisação. Na intervenção procura-se explorar algumas relações entre o modo de composição do haicai com a improvisação em dança, onde ambas expressões artísticas são criadas a partir de uma sensação ou observação pessoal do artista em relação ao seu entorno, no tempo do aqui /agora, através de uma economia e intensidade da ação, deixando o leitor/público completar a criação através da sua própria fruição do momento. Acaso, prontidão, escuta e desejo de vivenciar um momento único pela sensação e presença, também são elementos presentes nestas linguagens artísticas. Intervenção estreada em junho de 2015 no SESC Itaquera. Duração aproximada entre 30 a 60 minutos. Censura livre ficha técnica intervenção em dança e criação dos postais: Leticia Sekito vídeo: Plinio Higuti apoio cultural: Centro de Dança Umberto Silva/Galeria Olido agradecimentos: Alice Ruiz, Luciana Bortoletto, Maíra Silvestre

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Fluxos em Preto&Branco #17, SESC Ipiranga

Fluxos em Preto&Branco #17

Primeira vez que o experimento aconteceu em 3 dias de performance seguidos, de 16 a 18 de junho de 2017,   no auditório do SESC Ipiranga

Artistas convidados: Suiá Burger Ferlauto ( cenografia e orientação visual), Felipe Merker Castellani (som), Ligia Chaim (luz), figurino de Joana Porto, Inês Corrêa ( foto), Plínio Higuti (vídeo registro), produção de Maíra Silvestre.

Vídeo registro do dia 18 de junho https://youtu.be/QEspOozypeU

Video clips do dia 17 de junho:

O projeto Fluxos em Preto&Branco é uma iniciativa de Letícia Sekito|Companhia Flutuante que desde 2012, reúne artistas improvisadores atuantes em diferentes linguagens, sobretudo das artes visuais e da música para trabalhar em colaboração na construção de experimentos performáticos únicos no viés da relação entre a ação corporal, a dança e o desenho, através da linguagem da improvisação.
Dando continuidade ao projeto em 2017, Fluxos em Preto&Branco tem sido realizado em versão solo, utilizando-se dos elementos de carvão ou nanquim em papel branco.  Para o SESC Ipiranga propomos a performance Fluxos em Preto&Branco - Experimento #17, a ser realizada durante três dias consecutivos, com performance de Leticia Sekito, acompanhada do músico Felipe Merker Castellani, da iluminadora Ligia Chaim, com a orientação visual de Suiá Burger Ferlauto e produção de Maíra Silvestre. Os materiais de desenho utilizados serão o carvão vegetal e o papel branco, e a performance vai ser guiada pelas ideias de acumulação e imprevisibilidade.

Agradecimentos do coração ao artistas Alex Ratton, Priscila Jorge, Felipe Julián, Sandra Ximenez, Roberto Freitas, Paula Viana, Inês Correa, Vanessa Lopes, a pesquisadora Cecília Noriko Saito e Ivan Okuyama Sensei, parceiros do projeto Fluxos em Preto&Branco de 2010 a 2012!


Fotos de Suiá Burger Ferlauto, dia 16 de junho










Fotos de  Rafaela Queiroz de Sena, 17 de junho











Fotos de Inês Corrêa, 18 de junho














terça-feira, 13 de junho de 2017

Convite Fluxos em Preto&Branco #17, SESC Ipiranga, 16 a 18 Junho de 2017


https://www.sescsp.org.br/programacao/122985_FLUXOS+PB+EXPERIMENTO+17#/content=saiba-mais




Fluxos em Preto & Branco #17, no auditório do SESC Ipiranga!


O projeto Fluxos em Preto&Branco é uma iniciativa de Letícia Sekito|Companhia Flutuante que desde 2012, reúne artistas improvisadores atuantes em diferentes linguagens, sobretudo das artes visuais e da música para trabalhar em colaboração na construção de experimentos performáticos únicos no viés da relação entre a ação corporal, a dança e o desenho, através da linguagem da improvisação.

Dando continuidade ao projeto em 2017, Fluxos em Preto&Branco tem sido realizado em versão solo, utilizando-se dos elementos de carvão ou nanquim em papel branco.  Para o SESC Ipiranga propomos a performance Fluxos em Preto&Branco - Experimento #17, a ser realizada durante três dias consecutivos, com performance de Leticia Sekito, acompanhada do músico Felipe Merker Castelani, da iluminadora Ligia Chaim, com a orientação visual de Suiá Burger Ferlauto e produção de Maíra Silvestre. Os materiais de desenho utilizados serão o carvão vegetal e o papel branco, e a performance vai ser guiada pelas ideias de acumulação e imprevisibilidade.

Agradecimentos do cora
ção ao artistas Alex Ratton, Priscila Jorge, Felipe Julián, Sandra Ximenez, Roberto Freitas, Paula Viana, Inês Correa, Vanessa Lopes, a pesquisadora Cecília Noriko Saito e Ivan Okuyama Sensei, parceiros do projeto Fluxos em Preto&Branco de 2010 a 2012!

 Duração aproximada de 45 minutos
Censura livre (recomendado para maiores de 5 anos)

Dia 16 de junho, sexta, às 21h30
Dia 17 de junho, sábado, às 19h30
Dia 18 de junho, domingo, às 18h30

GRATUITO!
30 lugares 






Ficha técnica | Fluxos P&B - Experimento # 17
Idéia original: Leticia Sekito e Suiá Burger Ferlauto
Performer: Leticia Sekito
Concepção de elementos visuais: Suiá Burger Ferlauto
Criação Sonora: Felipe Merker Castellani
Consultoria de Figurino: Joana Porto
Produção: Carpideiras – Produção Artística – Maíra Silvestre
Agenciamento: Companhia Flutuante
Apoio Cultural: Galeria Olido e Cantina e Pizzaria da Conchetta
Agradecimentos: Alex Ratton, Priscila Jorge, Sandra Ximenez, Ivan Marcos Okuyama, Cecília Noriko Saito, Inês Corrêa, Paula Viana, Plinio Higuti, Roberto Freitas e Vanessa Lopes.

Projeto contemplado pelo 12º Edital Programa de Fomento `a Dança de São Paulo.



segunda-feira, 12 de junho de 2017

Fluxos em Preto&Branco #16, Virada Cultural 2017, SESC Belenzinho


Vídeo registro da performance Fluxos em Preto&Branco #16, Virada Cultural 2017, SESC Belenzinho, São Paulo.

https://www.youtube.com/watch?v=Wa7MjA7a2uQ&feature=share












Captação e edição de vídeo Plinio Higuti

Pela primeira vez participando da Virada cultural em São Paulo, Leticia Sekito|Companhia Flutuante realizou no sábado, dia 20 de maio, às 20h, a performance "Fluxos em Preto&Branco - versão solo em nanquim", com duração de 50 minutos,  com participação do músico Manuel Pessoa de Lima, orientação visual de Suiá Burger Ferlauto, luz de Ligia Chaim, montagem de luz Melissa Guimarães, figurino Joana Porto e produção de Vanessa Lopes.

O projeto Fluxos em Preto&Branco é uma iniciativa de Letícia Sekito|Companhia Flutuante que, desde 2012, reúne artistas improvisadores atuantes em diferentes linguagens, sobretudo das artes visuais e da música para trabalhar em colaboração na construção de experimentos performáticos no viés da relação entre a ação corporal, a dança e o desenho. Neste experimento, criado especialmente para a Virada Cultural 2017, a performance foi realizada com papel branco e nanquim, inspirada no Grupo Gutai, contando com a participação do músico e compositor Manuel Pessoa Lima, orientação visual da artista Suiá Burger Ferlauto, design de luz de Ligia Chaim, figurino de Joana Porto e produção de Vanessa Lopes.
Agradecimentos do coração ao artistas Alex Ratton, Priscila Jorge, Maíra Silvestre,Felipe Julián, Sandra Ximenez, Paula Viana e Inês Correa, a pesquisadora Cecília Noriko Saito e Ivan Okuyama Sensei, parceiros do projeto Fluxos em Preto&Branco de 2010 a 2012!

Projeto contemplado pelo antigo Programa de Fomento à Dança.












Fluxos em Preto&Branco #15, SESC Bauru, março 2017

Vídeo registro da performance Fluxos em Preto&Branco #15, SESC Bauru, março 2017

https://www.youtube.com/watch?v=m68QG9D_UaM



Performance com Leticia Sekito e Manuel Pessoa Lima realizada em março de 2017, no SESC Bauru, integrada na abertura da exposição Arte Contemporânea do Acervo SESC .

Registro em vídeo: Cynthia Domenico e SESC
Edição: Plinio Higuti
Fotos: Júlio Riccó
Duração: 30 minutos

O projeto Fluxos em Preto&Branco é uma iniciativa de Letícia Sekito|Companhia Flutuante que desde 2012, reúne artistas improvisadores atuantes em diferentes linguagens, sobretudo das artes visuais e da música para trabalhar em colaboração na construção de experimentos performáticos no viés da relação entre a ação corporal, a dança e o desenho.

Seja fazendo proposições de corpo, de som, de luz, de espaço, de vídeo ou figurino, os artistas Letícia Sekito, Suiá Burger Ferlauto, Alex Ratton, Priscila Jorge, Ligia Chaim, Sandra Ximenez e Felipe Julián [Projeto Axial], Roberto Freitas e Joana Porto criaram, através da linguagem da improvisação, experimentos performáticos únicos voltados ao interesse na potência do gesto e do acaso.

Dando continuidade ao projeto em 2017, propusemos ao SESC Bauru a performance Fluxos em Preto&Branco - Experimento #15, realizada em versão solo com Leticia Sekito, acompanhada do músico Manuel Pessoa Lima e luz de Ligia Chaim, produção Companhia Flutuante.

Material: carvão e papel branco




Convite para Fluxos em Preto&Branco #17, SESC Ipiranga





Fluxos em Preto & Branco #17, no auditório do SESC Ipiranga!


O projeto Fluxos em Preto&Branco é uma iniciativa de Letícia Sekito|Companhia Flutuante que desde 2012, reúne artistas improvisadores atuantes em diferentes linguagens, sobretudo das artes visuais e da música para trabalhar em colaboração na construção de experimentos performáticos únicos no viés da relação entre a ação corporal, a dança e o desenho, através da linguagem da improvisação.

Dando continuidade ao projeto em 2017, Fluxos em Preto&Branco tem sido realizado em versão solo, utilizando-se dos elementos de carvão ou nanquim em papel branco.  Para o SESC Ipiranga propomos a performance Fluxos em Preto&Branco - Experimento #17, a ser realizada durante três dias consecutivos, com performance de Leticia Sekito, acompanhada do músico Felipe Merker Castelani, da iluminadora Ligia Chaim, com a orientação visual de Suiá Burger Ferlauto e produção de Maíra Silvestre. Os materiais de desenho utilizados serão o carvão vegetal e o papel branco, e a performance vai ser guiada pelas ideias de acumulação e imprevisibilidade.

Agradecimentos do cora
ção ao artistas Alex Ratton, Priscila Jorge, Felipe Julián, Sandra Ximenez, Roberto Freitas, Paula Viana, Inês Correa, Vanessa Lopes, a pesquisadora Cecília Noriko Saito e Ivan Okuyama Sensei, parceiros do projeto Fluxos em Preto&Branco de 2010 a 2012!

 Duração aproximada de 45 minutos
Censura livre (recomendado para maiores de 5 anos)

Dia 16 de junho, sexta, às 21h30
Dia 17 de junho, sábado, às 19h30
Dia 18 de junho, domingo, às 18h30

GRATUITO!
30 lugares 






Ficha técnica | Fluxos P&B - Experimento # 17
Idéia original: Leticia Sekito e Suiá Burger Ferlauto
Performer: Leticia Sekito
Concepção de elementos visuais: Suiá Burger Ferlauto
Criação Sonora: Felipe Merker Castellani
Consultoria de Figurino: Joana Porto
Produção: Carpideiras – Produção Artística – Maíra Silvestre
Agenciamento: Companhia Flutuante
Apoio Cultural: Galeria Olido e Cantina e Pizzaria da Conchetta
Agradecimentos: Alex Ratton, Priscila Jorge, Sandra Ximenez, Ivan Marcos Okuyama, Cecília Noriko Saito, Inês Corrêa, Paula Viana, Plinio Higuti, Roberto Freitas e Vanessa Lopes.

Projeto contemplado pelo 12º Edital Programa de Fomento `a Dança de São Paulo.


-->